Total de visualizações de página

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

EMBRATUR ELOGIA DECISÃO DE EMPRESA AÉREA


Avianca anunciou teto tarifário para passagens domésticas. Valor máximo de R$ 999,00 vai vigorar durante seis meses, inclusive durante a Copa
 
Outra empresa aérea brasileira adota um teto tarifário para as passagens no período da Copa. A Avianca anunciou hoje que, durante seis meses, todas as rotas domésticas operadas pela empresa vão custar até R$ 999,00. A medida, que entra em vigor no dia 1º de fevereiro foi elogiada pelo presidente da Embratur, Flávio Dino.
 
“Mais um passo para que o turismo cresça livre de práticas gananciosas. É muito importante que o próprio mercado reconheça a necessidade de tetos contra abusos”, afirmou Dino.
 
A decisão da Avianca, divulgada uma semana após a Azul ter anunciado um teto tarifário no mesmo valor durante o período da Copa, vai ao encontro da proposta apresentada pelo presidente da Embratur há um ano.
 
Em 26 de fevereiro do ano passado, Dino encaminhou ofício à Secretaria de Aviação Civil (SAC) onde propôs o teto tarifário para as passagens aéreas domésticas. “Uma possível medida [contra a cobrança de preços abusivos] envolve a instituição de um teto tarifário, à semelhança do que vigora em outros serviços públicos executados por terceiros, inclusive no setor de transporte”, afirmava o texto enviado à SAC. Dino espera que as demais empresas aéreas sigam os exemplos da Azul e da Avianca.
 
De acordo com o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), índice oficial de inflação, medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2005 a 2012, o preço das passagens aéreas subiram 146% acima da inflação.

Nenhum comentário: