Total de visualizações de página

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Cooperativa Vinícola Garibaldi negocia com mercado cubano




Empresa participou da Feira Internacional de Havana em busca de novas oportunidades de expansão

A Cooperativa Vinícola Garibaldi está abrindo novos mercados e mostrando a qualidade vitivinícola da Serra Gaúcha para o mundo. Para cumprir mais uma etapa dessa missão, a empresa esteve presente na Feira Internacional de Havana, ocorrida entre os dias 3 e 9, para apresentar os espumantes da linha Garibaldi. Focada nesta região, a cooperativa já está em fase final de negociações com clientes ligados à rede hoteleira e gastronômica. “Existe uma boa imagem dos produtos brasileiros naquele país, em especial os do Rio Grande do Sul. Esse será mais um país atendido pela nossa cooperativa, mostrando toda a nossa qualidade”, observa o gerente comercial Miguel Carraro Neto.

Segundo Carraro Neto, como em qualquer negociação, o mercado cubano possui suas peculiaridades. “Quem compra são os órgãos ligados ao governo, com leis bem específicas, para tanto nomeamos um representante para atender esse mercado, uma pessoa conhecedora da região há mais de dez anos”, esclarece o gerente comercial. Com a participação na feira, a cooperativa teve a oportunidade de apresentar todo o seu portfólio e mostrar que o nome Garibaldi – que já é conhecido e prestigiado em Cuba em função da divulgação da história do herói farroupilha Giuseppe Garibaldi no país –, é uma referência de qualidade quando o assunto é vinho.  

“Além disso, em uma degustação feita em nossa visita anterior ao país, com 50 sommeliers, a marca destaque foi a Garibaldi. E muitos especialistas do universo dos vinhos estiveram agora, na Feira Internacional de Havana, procurando pelo rótulo. Para fomentar esse interesse, planejamos nossa participação em novas feiras, além da organização de degustações para grupos especiais, como donos de restaurantes, gerentes de hotéis e sommeliers”, projeta o executivo.

Na rota de expansão de negócios, a vinícola iniciou em outubro a exportação de seu vinho Granja União Tannat, um dos campeões de vendas da empresa gaúcha para o Canadá. O rótulo será comercializado a partir de dezembro pelas lojas da Liquor Control Board of Ontario (LCBO) – o maior comprador de vinhos do mundo. Além disso, a cooperativa vinícola gaúcha investe no mercado internacional há quase uma década e já foi parceira de empresas da Alemanha, da Suécia e dos Estados Unidos. E, desde 2011, mantém um canal direto de vendas com a China, o maior mercado consumidor do mundo com seus mais de 1,3 bilhão de consumidores.
 

Nenhum comentário: