Total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Vistalba Corte A é escolhido vinho tinto do ano pela Revista Gula



Tinto argentino “com ares europeus” foi consagrado entre mais de 150 rótulos avaliados pela publicação

Poderoso, com sobrenome forte, corpo bem estruturado e taninos redondos são alguns dos elogios dedicados ao Vistalba Corte A na “Edição Anual de Vinhos 2013”, divulgada pela revista Gula. O vinho argentino trazido com exclusividade ao país pela Domno do Brasil foi colocado à prova com mais de 150 rótulos de 12 países, em uma avaliação criteriosa, que levou em consideração seu custo-benefício. “Mais uma vez, o Vistalba Corte A comprovou que seu valor está adequado à experiência sensorial que desperta. É um vinho singular, sofisticado e um grande representante da cultura vitivinícola da Argentina”, assinala o diretor-administrativo da Domno, Jones Valduga.

Segundo o executivo, a distinção da Revista Gula consolida a ótima reputação dos vinhos da Bodega Vistalba no mercado brasileiro e acentua o prestígio do rótulo Vistalba Corte A, vinho que também foi eleito Melhor Vinho Tinto do Novo Mundo na última Expovinis, considerada a maior feira vinícola das Américas.

Para Jones Valduga, referenciais de alto nível como esse são fundamentais no universo do vinho, pois um rótulo é aclamado entre especialistas e o mercado se mobiliza para conferir o potencial desse produto. “Essa é uma situação que a Domno tem o prazer de ver se repetir sistematicamente com o Vistalba Corte A, vinho que a cada ano supera as expectativas de vendas de nossa empresa”, revela.

A Bodega Vistalba

A Bodega Vistalba foi construída no ano de 2002, no Departamento de Luján de Cuyo, por um visionário, o expert em vinhos Carlos Pulenta, que concretizou seu sonho: a elaboração de grandes vinhos de corte.

O resultado foi a criação das linhas Vistalba (Cortes A, B e C) e Tomero (Malbec, Cabernet Sauvignon, Sauvignon Blanc, Malbec Gran Reserva, Malbec Dulce Natural, Petit Verdot Reserva, Pinot Noir Reserva e Torrontés), marcas transformadas em sinônimos de vinhos de alta qualidade e de grande personalidade elaborados na Argentina, e que foram inseridas no mercado nacional através da Domno do Brasil.

Nenhum comentário: