Total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Prefeitura vai investir R$ 900 milhões até o fim de 2013



            Com recursos oriundos de empréstimos e do Orçamento Geral da União (OGU), a Prefeitura de Natal investirá até o fim do ano R$ 900 milhões em obras na cidade. A garantia é do prefeito Carlos Eduardo que concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (19), no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, para falar sobre os 200 dias de sua gestão e projetos e programas futuros. Ele disse que as obras da Copa do Mundo 2014 estão garantidas. “Conseguimos salvar as obras da Copa do Mundo. Vamos lutar para entregá-las em maio de 2014”, disse o chefe do executivo municipal.
            As obras referem-se ao túnel de macrodrenagem, que vai beneficiar 33 vias públicas, à construção de 50 km de calçadas e 300 abrigos de ônibus nos principais corredores da capital, ao lote 1 das obras da Copa, que vai da Felizardo Moura até a Arena das Dunas, na ordem de R$ 118 milhões, além de túneis e viadutos. “Hoje nós já temos obras em execução no valor de R$ 250 milhões. Até o fim do ano, o investimento chegará a R$ 900 milhões”, reforçou.
Ele assinalou que emergencialmente a Prefeitura regularizou a coleta seletiva na cidade, iniciou a operação tapa-buraco e a pavimentação de ruas e avenidas, bem como colocou em dia os salários atrasados do funcionalismo municipal.
            A administração profissionalizada é outra meta a ser perseguida pelo executivo. O primeiro passo foi a adesão do município ao Movimento Brasil Competitivo e a contratação da Consultoria Falconi para fazer uma auditoria na folha de pagamento. A assinatura do contrato será em 29 de agosto. Conforme o prefeito, a auditoria vai melhorar a receita e reduzir as despesas, por meio de redesenhos de processos.        
Em relação às obras públicas e de infraestrutura, Carlos Eduardo disse que a Prefeitura retomou as obras de drenagem e pavimentação do bairro Nossa Senhora da Apresentação e de Capim Macio, afora a recuperação da praia de Ponta Negra, incluindo o calçadão: “Até meados de outubro, teremos Ponta de Negra de volta. O projeto da nova orla das parias centrais está sendo licitado. Teremos finalmente banheiros públicos, quiosques e paisagismo”.
            Na educação, a Prefeitura está construindo seis Cmeis, sete escolas e licitando outras 31 unidades. O prefeito destacou, ainda, a reabertura de 56 unidades de saúde, duas maternidades e a contratação de 63 médicos para o Programa de Saúde da Família (PSF). Com tudo isso, o prefeito confirmou que vai decretar estado de calamidade pública na saúde.
            A respeito do Parque da Cidade, Carlos Eduardo garantiu que as obras de recuperação do equipamento público iniciarão até o final de julho. A meta é entregar o Parque em maio ou no mais tardar junho de 2014 para que os turistas possam usufruí-lo. Ainda sobre obras, a Prefeitura vai construir o Mercado Modelo das Rocas e reformar o Mercado de Petrópolis, o Palácio dos Esportes, o ginásio Nélio Dias e recuperar 25 praças de esporte, bem como construir Centros de Artes e Esportes, em Felipe Camarão e Nordelândia, no valor de R$ 2 milhões cada um. “Estamos cumprindo muito mais do que foi prometido. A cidade está se recuperando e conseguimos salvar as obras da Copa do Mundo”, ressaltou o prefeito.   

Nenhum comentário: