Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de julho de 2013

LIGAÇÃO DIRETA ENTRE BRASIL E CUBA


 
Comitiva cubana se reúne com Embratur para lançar voo que liga São Paulo a Havana e  conhecer práticas brasileiras para o desenvolvimento da economia por meio do turismo
 
cuba 2.jpg
 Delegação de Cuba e equipe da Embratur assistem apresentação do Brasil
 
Membros do parlamento cubano, que compõem a Delegação de Turismo de Cuba vieram ao encontro do presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, diretores e assessores do Instituto, ontem (17). O objetivo da visita foi trocar experiências relacionadas às atividades turísticas e falar sobre como são desenvolvidas as ações de promoção do turismo nos dois países. Além disso, o grupo estrangeiro veio oficializar o lançamento de uma nova operação. Como parte das ações para aumentar o fluxo de turistas entre os dois países e de países vizinhos, a Cubana de Aviación começou a operar, na última semana, um voo que liga Havana a São Paulo.
DSCN7825.jpg 
“Tínhamos esse desafio de não haver uma conexão direta o que dificultava a relação. Agora com o voo, o desafio foi superado. Esse é um bom momento para trocarmos experiências e avançar em estratégias que beneficiem os dois países”, disse Flávio Dino, presidente da Embratur. “A melhoria da conexão aérea traz possibilidades dos canadenses virem mais ao Brasil, por exemplo”.
 
Aos cubanos, o presidente fez uma breve apresentação sobre a situação do Brasil, destacando a economia do turismo no desenvolvimento das regiões do país.  “Quero lhes mostrar nosso potencial turístico e dar um panorama geral da situação em que o Brasil vive hoje, promovendo aqui uma relação bilateral”, completou. Foi exibido ainda, o vídeo da campanha publicitária da Embratur para promover os destinos brasileiros no mercado internacional.
 
A diretora de Mercados Internacionais da Embratur, Leila Holsbach, falou sobre potencializar a oportunidade do novo voo e sugeriu novas parcerias. “Podemos realizar ações conjuntas. Essa parceria nos interessa a partir do momento em que vocês estão mais próximos de mercados mais distantes e que o Brasil pretende atingir, como Canadá e até a Rússia, que tem  proximidade política com Cuba”, explicou ela.
 
cuba3.jpg“Vamos estudar possibilidades de promoção conjunta dos dois destinos, em feiras, eventos e ações de Relações Públicas, tanto no Brasil como no exterior”, ressaltou Dino.
 
“Gostaríamos de contribuir com a promoção da América Latina e Caribe por meio da união de esforços para que haja uma integração dos destinos”, disse o ministro de Turismo de Cuba, Manuel Marrero Cruz.
 

Cuba apresentou suas estratégias de promoção internacional ao Brasil. “Pretendemos diversificar a oferta turística a partir das exigências dos clientes”, destacou o ministro. A apresentação contou com temas como, caracterização e histórico do turismo cubano, regiões turísticas do país, principais mercados, prioridades no turismo, desafios, segurança e estrutura para receber os turistas. “Assim como o Brasil somos um pais hospitaleiro e alegre”, lembrou ele.
 
“Temos um acordo com a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) que prevê a capacitação de agentes brasileiros para comercializarem pacotes para Cuba. Para isso, contamos também com o apoio do governo e empresários brasileiros”, completou Carlos Zanora Rodrigues, embaixador de Cuba no Brasil.
 
Além dos membros da comitiva de Cuba, estavam presentes da Embratur: a chefe de gabinete, Kátia Bitencourt; os assessores da presidência, Walter Ferreira, Vicente José de Lima e Leandro Garcia; e os diretores de Produtos e Destinos, Marco Lomanto, de Administração e Finanças, Tufi Michreff e de Marketing, Cibele Hoisel (diretora em exercício).  
 
Embaixador de Cuba no Brasil, Carlos Zanora Rodrigues; presidente da Embratur, Flávio Dino e o ministro de Turismo de Cuba, Manuel Marrero Cruz



VOO: HAVANA – SÃO PAULO
 
O aeroporto de Guarulhos em São Paulo passou a receber desde o último dia 10, voos diretos semanais da companhia Cubana de Aviación. O voo tem uma frequência semanal que faz o roteiro Havana, capital de Cuba, e a cidade paulista, às quartas-feiras, com retorno às quintas-feiras. A aeronave tem capacidade para 262 passageiros.
 
“Os novos voos têm como objetivo fomentar o intercâmbio de turistas entre os dois países, mas principalmente para o Brasil, que sediará os próximos grandes eventos, como Copa do Mundo e as Olimpíadas”, disse Flávio Dino, presidente da Embratur. “É também uma oportunidade para as operadoras brasileiras comercializarem pacotes vindos de outros destinos operados pela mesma companhia aérea”, disse.
 
De acordo com a Embaixada de Cuba, mais um aspecto importante motivou a abertura do voo direto para o Brasil. O Brasil tem mostrado uma tendência crescente na emissão de turistas para Cuba na última década. Mais de 16 mil brasileiros visitaram Cuba em 2012, o que está muito acima do potencial deste país. Por isso, o Ministério do Turismo de Cuba em conjunto com todas as entidades do turismo cubano, traçou uma estratégia para incrementar as relações comerciais entre os países.
 
O novo voo contou com esforços da Cubana de Aviación, das entidades do Sistema de Turismo de Cuba, da Embaixada do Brasil em Cuba, da Apex Brasil (Agencia Brasileira de Exportações e Investimentos), da companhia de seguros e assistência Capemisa e da Braztoa (Associação Brasileira de Operadores). 

Assessoria de Imprensa- Embratur
 

Nenhum comentário: