Total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Turismo promove parceria entre agricultores e empresas




Projeto que valoriza produtos da agricultura familiar e os insere no mercado do turismo lança linha de cosméticos produzida a partir de mel do sul do país

Os apicultores de uma cooperativa familiar gaúcha vão fornecer mel para a maior empresa fabricante de cosméticos destinados à hotelaria. A linha de produtos foi lançada nesta quarta-feira (16), em Brasília, em evento com a presença de representantes dos ministérios do Turismo e do Desenvolvimento Agrário, além do Sebrae.
A parceria é resultado do projeto Talentos do Brasil Rural, que tem por objetivo inserir produtos e serviços da agricultura familiar no mercado turístico, agregando valor à oferta turística brasileira. Criado em 2009, por uma parceria entre os dois ministérios e o Sebrae, o projeto está preparando 89 associações e cooperativas para comercializar seus produtos aos meios de hospedagem, bares e restaurantes localizados no entorno das 12 cidades-sede da Copa do Mundo da Fifa 2014.
O Talentos do Brasil Rural aproximou a Cooperativa Vacariense de Apicultores (Avapis), localizada no município de Vacaria, no Rio Grande do Sul, da indústria Realgem’s, a maior empresa brasileira fabricante de cosméticos para hotelaria, com sede no Paraná. Os sabonetes, loções hidratantes, xampus, con­dicionadores e kits de banho produzidos com o mel da cooperativa serão oferecidos a cerca de quatro mil hotéis clientes da Realgem’s.
Segundo o diretor comercial da indústria, Mauro Carvalho de Oliveira, e empresa fechou contrato recentemente para distribuição dos produtos para a rede de resorts Club Med, para o Brasil, que opera em Trancoso e Itaparica, na Bahia; e em Rio das Pedras, no Rio de Janeiro.
Além do contrato firmado até 2020 para venda do mel, a cooperativa receberá 5% dos lucros da comercialização dos produtos feitos a partir da matéria-prima. O mesmo processo será feito com outras associações e cooperativas, como é o caso da Associação dos Produtores Agroextrativistas da Colônia do Sardinha (Aspacs), que fica em Lábrea, a 800 km de Manaus, e se que se prepara para fornecer os óleos de copaíba, murumuru, tucumã e andiroba para a indústrias de cosméticos voltados à hotelaria. Essa será a primeira linha de produtos lançados a partir da atuação do projeto.
O projeto trabalha, ainda, na estruturação de 23 roteiros turísticos que tem a agricultura familiar como diferencial. “A iniciativa é de vital importância para abrir mercado para o agricultor familiar e ao mesmo tempo agregar valor à oferta turística em um comércio justo e equitativo”, afirma o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

Nenhum comentário: