Total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de março de 2014

Aviação doméstica mantém bons resultados em fevereiro


Associadas repetem alta eficiência de mercado com taxa média de ocupação acima de 80%

  As companhias integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) seguem mantendo a política de disciplina de oferta e, lidando com um mercado doméstico aquecido nesse início de 2014, registraram alta nos principais indicadores de desempenho no mês de fevereiro. Em relação ao mesmo mês de 2013, a demanda consolidada teve expansão de 11,2%, somando 7 bilhões de RPKs (passageiros-quilômetros transportados). Como a oferta manteve-se praticamente estável na mesma comparação – retração de 0,5%, totalizando 8,7 bilhões de ASKs (assentos-quilômetros oferecidos) – a taxa de ocupação (load factor) apresentou expressiva elevação, de 8,5 pontos percentuais, atingindo o patamar de 80,6%. O número total de passageiros transportados avançou no mesmo ritmo da demanda, ficando 11% acima de fevereiro de 2013, totalizando pouco mais de 6 milhões de pessoas no mês.

Na avaliação do presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz, “esses são resultados muito positivos para o mês de fevereiro, normalmente um período mais fraco para a estatística da indústria, até porque tem menos dias”. A explicação é também porque o mês tradicionalmente inclui o Carnaval, que tem picos de movimentações na sexta-feira que o antecede e na quarta-feira de cinzas, mas vales de ociosidade no intervalo entre esses dias. Ele acrescenta que “assim como já havíamos notado em janeiro, percebemos uma demanda aquecida, é possível que haja uma reprogramação de compromissos do público corporativo, que está adiantando reuniões e eventos que poderiam acontecer durante a Copa do Mundo ou no período eleitoral”.

Na série de dados de 2014, destaque para as taxas de ocupação registradas até agora, superiores a 80%, acima das médias de todo o ano de 2012 e 2013. Em termos de desempenho individual nesse indicador, em fevereiro sobressai o resultado da AVIANCA, que alcançou load factor mais de 8 pontos acima da média: 88,7%.

A participação de mercado em fevereiro ficou dividida da seguinte forma: TAM – 37,86%; GOL – 36,83%; AZUL – 16,91%; e AVIANCA – 8,39%.

O acompanhamento dos totais móveis da indústria para o segmento doméstico (conjunto de dados consolidados para 12 meses atualizados mês-a-mês) mostra uma estabilização da oferta e a persistência da tendência de crescimento da demanda do setor, conforme já destacado anteriormente pela ABEAR.

Internacional - Na parcela do mercado internacional detida pelas empresas aéreas associadas (da qual GOL tem 15,5% e a TAM tem 84,5% de participação, respectivamente), ainda que com outro cenário de fundo, a mesma austeridade de gestão vem sendo aplicada com bons resultados. Enquanto a oferta caiu 9,6% em relação a fevereiro de 2013 (para 8,7 bilhões de ASKs), a demanda permaneceu quase inalterada, recuando apenas 0,5% (para 6,3 bilhões de RPKs), levando a um aumento de 7 pontos percentuais na taxa de ocupação (para 77,5%). O número de passageiros transportados teve retração de 6,2%, somando 5,4 milhões de pessoas.

Consulte a planilha completa de 2014, atualizada com os dados de fevereiro, e a planilha com os totais móveis do setor na seção Dados e Fatos do site da ABEAR.

Nenhum comentário: