Total de visualizações de página

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Jornalistas de viagem lançam Hotelandia, um site de opinião sobre hotéis portugueses



 Foi hoje lançado um novo projeto português de jornalismo de viagens, dedicado integralmente à hotelaria portuguesa.

Assente em quatro princípios basilares - paixão, experiência, verdade e independência -, Hotelandia (www.hotelandia.pt) é uma plataforma independente onde são destacadas estadias em unidades hoteleiras portuguesas de qualidade, com os textos a serem escritos por hóspedes muito experientes: "Não nos deslumbrámos com um hotel de luxo só porque tem cinco estrelas, e sabemos por experiência que dormir num hotel barato não é sinónimo de uma má estadia", pode ler-se no site.
Com informação de qualidade, estruturada e comparável sobre a hotelaria portuguesa, o projeto Hotelandia serve de complemento às reviews menos estruturadas deixadas por outros hóspedes em sites como o Tripadvisor ou o Booking. O objetivo é permitir aos internautas o acesso à opinião de profissionais da escrita e viajantes muito experientes, ajudando os turistas domésticos e internacionais a fazerem uma seleção mais informada das suas estadias em Portugal.
Na declaração de princípios que acompanha o site, a equipa explica que nenhum hotel paga para ter uma reportagem inserida em Hotelandia (“fazemos jornalismo e não publicidade”), acrescentando que só são publicadas experiências reais, em hotéis onde efetivamente os jornalistas pernoitaram. “Só falamos sobre o que conhecemos, a nossa real experiência. Não fazemos fretes - mesmo que a estadia tenha sido oferecida pelo hotel. Se aconselhamos uma unidade hoteleira, é porque a recomendaríamos ao nosso melhor amigo. Sem hesitações”, lê-se em www.hotelandia.pt.
Criada pela dupla Luísa Pinto e Filipe Morato Gomes (que em 2012 realizaram uma volta ao mundo com a filha de então cinco anos), a Hotelandia conta com a colaboração de uma dúzia de jornalistas portugueses, habituados a escrever para publicações de referência na área das viagens em Portugal e no Brasil - como a Fugas, a Volta ao Mundo, a Evasões e a UP, ou ainda a Folha de São Paulo. A equipa de colaboradores inclui nomes como Ana Pedrosa, Andreia Marques Pereira, Carla B. Ribeiro, Cláudia Silveira, João Ferreira Oliveira, Maria João Veloso, Patrícia Carvalho, Paula Alves Silva, Tiago Alves, Tiago Salazar e Vanessa Rodrigues. 
Numa primeira fase, o site estará disponível apenas em português, mas é intenção dos seus criadores traduzir os conteúdos para outras línguas "num futuro tão próximo quanto possível", por forma a chegar a turistas oriundos de todo o mundo e não apenas da lusofonia. “Queremos contribuir para divulgar bons hotéis, guesthouses, pousadas, hostels e casas de turismo rural do nosso país”, afirma Filipe Morato Gomes.


Sobre o projeto:
O site Hotelandia tem por objetivo divulgar os melhores exemplos de hotéis, guesthouses, pousadas, hostels e casas de turismo rural de Portugal. Reconhecendo o enorme mérito da hotelaria portuguesa, os jornalistas de viagem que assinam os textos acederam em contar a sua experiência como hóspedes em unidades hoteleiras de todo o país, elencando os pontos fortes e fracos de cada uma delas e, dessa forma, contribuindo para uma decisão mais informada na escolha de locais onde se hospedar em Portugal.

Sobre os fundadores:
Filipe Morato Gomes - Depois de duas voltas ao mundo, continua a viajar de mochila às costas, a andar de transportes públicos e a preferir a socialização das guesthouses e pequenas pousadas ao ambiente altivo dos hotéis de luxo. Mas não diz que não a uma refeição gourmet, uma massagem num spa ou um pequeno luxo de quando em vez. Assina artigos de viagem no Alma de Viajante (www.almadeviajante.com) e em revistas portuguesas e brasileiras. Mais importante, continua a viajar. Sempre. 
Luísa Pinto - É jornalista desde 1998 e não é esquisita nas tipologias. Mas é exigente no ambiente e conforto do lugar onde vai pousar a cabeça, para um sono que não se importa que seja rápido mas que deverá ser repousante. Especializou-se a transformar em "casa" qualquer quarto de hotel, pousada ou guesthouse durante uma volta ao mundo em família realizada em 2012. Escreve sobre viajar com crianças no Diário da Pikitim (www.pikitim.com).

Nenhum comentário: