Total de visualizações de página

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

MTur credencia 23 agências para recepção de chineses



Turismo divulga resultado final de chamada pública
 
O Ministério do Turismo divulga nesta sexta-feira (13), conforme publicação no Diário Oficial da União, o resultado final do Processo de Credenciamento de Agências de Turismo aptas a recepcionar grupos de turistas chineses no Brasil. 
As 23 agências de viagem e turismo habilitadas são: Amazonas Viagens e Turismo LTDA; Aniyami Turismo; Bela Costa Agência de Viagens e Turismo; Bit Tourism; Brasil Mogno Turismo Ltda-ME; Casablanca Turismo; China Trip Viagens e Turismo; Clipper Viagens e Turismo; Evelyn's Turismo; Fellini Turismo; Laranjeiras Turismo LTDA; Latinsina Turismo; Mandarin Travel; Maricátur; Martin Travel; Orion Travel & Transports LTDA; Rochatur; SASPlus Operadora; The Travel Shop Turismo e Viagens Ltda; Twinstar Travel; Yongle Transportadora Turística; Via KF - Agenciamento de Viagens e Voetur Turismo.

O processo de seleção segue exigências previstas no Memorando de Entendimento, denominado Status de Destino Aprovado (ADS), assinado com a Administração Nacional de Turismo da República Popular da China em novembro de 2004. Hoje, o MTur é o único órgão responsável pelo processo de credenciamento anual no âmbito do ADS. 

MERCADO CHINÊS
Segundo dados da Organização Mundial de Turismo (OMT), em 2004, o Brasil recebeu 16.305 turistas chineses, número que cresceu para 65,9 mil em 2012. Como consequência do processo de credenciamento, somente entre 2007 e 2008 houve acréscimo de 68,22%. 
Estudo realizado pelo professor Wolfgang Georg Arlt, da Universidade West Coast de Ciências Aplicadas (Alemanha), mostra que a crescente parceria comercial entre América Latina e China está entre os fatores que contribui para o incremento do fluxo de turistas chineses no Brasil. Embora grande parte dos turistas chineses que visitam o Brasil constitua-se de representantes de delegações comerciais e oficiais, há indicativos de crescimento no número de grupos de turistas a lazer. Veja o estudo completo aqui.
 

Nenhum comentário: