Total de visualizações de página

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Leonelli faz balanço da gestão à frente do Turismo




O secretário do Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, que deixa o governo estadual nesta sexta-feira (27), afirmou que sai da administração com o sentimento do dever cumprido e ressalta os resultados obtidos no período 2007-2013. No período, o Estado alcançou nos três principais aeroportos (Salvador, Porto Seguro e Ilhéus) a soma de 25 milhões de desembarques, frente aos 11 milhões registrados no período 2001-2006; atraiu US$ 5,7 bilhões em investimentos privados e registrou investimentos em infraestrutura da ordem de R$ 260 milhões.

Para Leonelli, nos últimos sete anos, houve uma relação inédita dos investimentos em infraestrutura e novos produtos turísticos. “O fato é que saímos da equação turística mais simples, da viagem, da hospedagem e do transporte, para a lógica do turismo como atividade econômica, adensando cadeias produtivas, criando produtos turísticos ligados à produção industrial e artesanal, qualificando mão de obra local, substituindo importações, desconcentrando a atividade e, finalmente, estabelecendo um marco legal e institucional para o turismo com a Lei Estadual, em tramitação na Assembleia Legislativa”.

Investimentos públicos

Nos últimos sete anos, R$ 263 milhões foram investidos em diversas obras e outros R$ 17 milhões em capacitação profissional. “A Chapada Diamantina e o Litoral Sul ganharam sinalização turística e rodoviária nos últimos sete anos, e Imbassaí e Morro de São Paulo ganharam cara nova. “Também iniciamos a sinalização da Costa das Baleias, este ano, além de outras dezenas de projetos em andamento, dentre os quais destaco a requalificação da Feira de São Joaquim”, disse o secretário.

Promoção

No que tange à promoção da Bahia, o Estado participou de mais de 500 eventos nos principais mercados emissores do Brasil e do exterior. “Além disso, conquistamos novos voos internacionais, como os da American Airlines, de Miami, nos Estados Unidos;  os da Air Europa, de Madri, na Espanha; além de Santiago, no Chile; Córdoba, na Argentina; e Montevidéu, no Uruguai.

Interiorização do turismo

O secretário destaca ainda o apoio dado pelo governador Jaques Wagner à pasta, e o desempenho dos colaboradores da Secretaria do Turismo e da Bahiatursa.

Leonelli também enfatiza a interiorização do turismo como uma importante marca, com a conquista de novos voos regionais para destinos como Ilhéus, Porto Seguro, Lençóis, Paulo Afonso, Barreiras e Valença, bem como a expansão do segmento de Turismo Rural. “Saímos, por exemplo, de 12 para 93 empreendimentos rurais”, enfatiza.

“Também criamos ou apoiamos a formação de produtos turísticos novos no interior como o Vapor do Vinho, em Juazeiro e Casa Nova, e a Rota do Chocolate, em Ilhéus, Uruçuca, Itacaré e Una. O São João da Bahia transformou-se em um novo produto turístico e foi fortalecido em mais de 100 municípios”, completou.

Apoio a eventos 

No que se refere ao apoio a eventos culturais, esportivos, geradores de fluxos turísticos, Leonelli disse que os critérios utilizados foram sempre técnicos e que a sua gestão se pautou de forma republicana, sem apadrinhamentos e privilégios.

“Um outro compromisso, o de “redescobrir a Baía de Todos-os-Santos” está sendo rigorosamente cumprido, com ações promocionais, de qualificação profissional e sinalização turística. O Plano de Turismo Náutico e Cultural da Baía de Todos-os-Santos, já aprovado pelo BID, que entrará com 60% dos R$ 200 milhões que serão aplicados na implantação de bases náuticas, resgate de patrimônio histórico, qualificação profissional, gestão ambiental e fortalecimento institucional dos municípios, também está bem encaminhado”, afirma.

Novos produtos, segmentos e serviços

Na estratégia adotada nos últimos sete anos, denominada Terceiro Salto do Turismo da Bahia, foram criados novos produtos, segmentos e serviços, para garantir qualidade, inovação e integração econômica no setor. “Tivemos um grande número de ações, como a criação do Espicha Verão, Salão Baiano de Turismo, GP Bahia de Stock Car, Enoturismo, Festival da Independência (Dois de Julho), o São João como Produto Turístico, além do Disque Bahia Turismo e dos aplicativos Guia Bahia Turismo, São João da Bahia e Reclame Turismo.



Nenhum comentário: