Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

IATA divulga relatório sobre demanda de passageiros entre 2013 e 2017


Companhias aéreas esperam aumento de 31% na demanda de passageiros. Brasil vai estabelecer-se como o terceiro mercado doméstico, com 122,4 milhões de passageiros - um aumento de 32 milhões de passageiros
 
 
 A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) divulgou um relatório de previsão para o setor de aviação mostrando que as companhias aéreas esperam um aumento de 31% no número de passageiros entre 2013 e 2017. Até 2017 é esperado que o número total de passageiros atinja 3,91 bilhões, ou seja, um aumento de 930 milhões de passageiros em relação aos 2,98 bilhões transportados em 2012. Globalmente, o setor da aviação emprega 57 milhões de profissionais, alavancando US$ 2.2 trilhões em atividade econômica.
 
A demanda deverá crescer em média 5,4% da Taxa Composta Anual de Crescimento (sigla em inglês CAGR) entre 2013 e 2017. Por comparação, o crescimento global de passageiros cresceu 4,3% CAGR entre 2008 e 2012, refletindo em grande parte o impacto negativo da crise financeira global de 2008 e a recessão. Dos novos passageiros, aproximadamente 292 milhões serão transportados em rotas internacionais e 638 milhões em rotas domésticas.
As economias emergentes das regiões do Oriente Médio e Ásia-Pacífico apresentarão um maior crescimento de passageiros internacionais, com CAGR de 6,3% e 5,7% respectivamente, seguido pela África e América Latina, com CAGR de 5,3% e 4,5%.

As rotas dentro ou conectadas à China serão o “driver” único de maior crescimento, respondendo por 24% dos novos passageiros durante o período do relatório da IATA.  Dos esperados 227,4 milhões de passageiros adicionais, 195 milhões deles serão domésticos e 32,4 internacional.


No total, a região da Ásia-Pacífico (incluindo China) espera um aumento em torno de 300 milhões de passageiros adicionais até o final da previsão do relatório. Destes, cerca de 225 milhões ou 75% deverão ser passageiros domésticos.
 
Com 677,8 milhões de passageiros domésticos em 2017, os Estados Unidos continuarão a ser o maior mercado, embora o país adicione apenas 70 milhões de passageiros durante o período da previsão (2,2% CAGR). Isso reflete a maturidade do mercado. Os EUA também vão tomar o primeiro lugar da Alemanha para passageiros internacionais.
 
Enquanto o país europeu adicionará 27,2 milhões de passageiros aos 149,4 de 2012 (3,4% CAGR.), os EUA vão adicionar 28,2, passando de 149,3 para 177,5 milhões (3,5% CAGR) em 2017. A China ficará firmemente estabelecida em segundo lugar (487,9 milhões de passageiros em 2017 - 10,2% CAGR.).
Destaques da Previsão
 
Desenvolvimento de Passageiros Internacionais
• O número de passageiros internacionais deve aumentar em 25% - de 1,2 bilhão em 2012 para 1,5 em 2017, trazendo 292 milhões de passageiros adicionais (4,6% CAGR).
Os Emirados Árabes Unidos adicionará 29,2 milhões de passageiros (6,6% CAGR) ao longo do período de previsão, encostados com a China. Para o tráfego internacional, as rotas entre o Oriente Médio e Ásia-Pacífico terão maior crescimento.
• O Uzbequistão (10,3% CAGR) deslocou Cazaquistão (9,0% CAGR) como o mercado que mais cresce para o tráfego internacional de passageiros. Os oito restantes são: Rússia (7,7% CAGR), Turquia (7,6% CAGR), Omã (7,5% CAGR), China (7,1% CAGR), Vietnã (6,9% CAGR), Arábia Saudita (6,9%), Azerbaijão (6,8% CAGR) e Paquistão (6,7% CAGR). Nenhuns país da América Latina ou da África está entre os mercados que mais crescem.
Desenvolvimento de Passageiros Domésticos
·          O número de passageiros domésticos deve subir de 1,82 bilhões em 2012 para 2,46 em 2017. Um aumento de 639 milhões refletindo uma CAGR de 6,2% no período.

·         Dos 10 países que mais crescem na demanda de passageiros domésticos, cinco estão na América Latina: Brasil, Peru, Colômbia, México e Equador.

·         Brasil vai firmemente estabelecer-se como o terceiro mercado doméstico, após os EUA e a China, com 122,4 milhões de passageiros em 2017 - um aumento de 32 milhões de passageiros a partir dos 90 milhões de 2012 (6,3% CAGR).

·         A Turquia entra no Top 10 dos maiores mercados com 26,3 milhões de passageiros e espera adicionar mais 17,2 milhões (10,6% CAGR) ao longo do período de previsão. É também o segundo mercado doméstico de crescimento mais rápido.

Visão Regional ao longo do período 2013-2017

• O tráfego de passageiros da região Ásia-Pacífico deve crescer em 5,7% CAGR e representará 31,7% dos passageiros globais em 2017 - um aumento de 28.2% em relação a 2012. A América do Norte e Europa vão continuarão em queda na participação, de 26% e 24% para 24% e 23% respectivamente.

• O Oriente Médio irá relatar o crescimento mais forte de passageiros internacional, com 6,3% CAGR.

• A Europa verá a demanda internacional de passageiros crescer 3,9% CAGR.

• A América do Norte irá obter o mais lento crescimento na demanda de passageiros internacional – 3,6% CAGR.

• A América Latina verá a demanda internacional de passageiros crescer 4,5% CAGR.

IATA --

Nenhum comentário: