Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

GOAL TO BRASIL GERA MILHÕES DE REAIS EM EXPECTATIVA DE NEGÓCIOS PARA O ANO DA COPA

GOAL TO BRASIL GERA MILHÕES DE REAIS EM EXPECTATIVA DE NEGÓCIOS PARA O ANO DA COPA
 
Novo formato do Goal to Brasil gerou, somente nas últimas três edições, cerca de R$ 8,6 milhões em expectativa de negócios para o país
 
GTB_NY01.jpgO Goal to Brasil – Encontros Brasileiros, evento de promoção do país, criado pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), fechou o segundo semestre de 2013 com balanço positivo e gerou boas expectativas para o turismo brasileiro. Apenas nas três últimas edições que aconteceram na Colômbia (setembro), em Los Angeles (outubro) e Amsterdam (novembro), o evento conseguiu obter, em média, R$ 8,6 milhões de reais em expectativa de transações, por meio do turismo, para o próximo ano no Brasil.
 
“Esse levantamento foi realizado somando a média dos valores obtidos em cada um desses eventos. Os números foram identificados a partir dos resultados das rodadas de negócios entre operadores brasileiros e estrangeiros”, explicou a diretora de Mercados Internacionais da Embratur, Leila Holsbach.
 
Em Bogotá, na Colômbia, em 100 encontros comerciais entre operadores brasileiros e colombianos, 81% geraram expectativas de negócios. Este número poderá representar, em média, R$ 3,6 milhões em expectativa de negócios para o turismo do Brasil.
 
Em Los Angeles, nos Estados Unidos, das 90 reuniões realizadas entre os profissionais de turismo, 73% abriram possibilidade de negócios de cerca de R$ 3,2 milhões para os próximos meses. Já em Amsterdam, na Holanda, registrou-se que 67% dos 91 encontros ocasionaram perspectivas de R$ 1,7 milhão, em média, de transações comerciais para o turismo brasileiro.
 
O novo formato do Goal to Brasil, apresentados nas três últimas edições de 2013, traçou outra maneira de incentivo à venda de pacotes turísticos do país. A partir disso, o Instituto realizou esses eventos específicos voltados para operadores de turismo nos países considerados prioritários. Para realização das últimas edições, foram levados gestores das secretarias estaduais e municipais, além de operadores brasileiros. “A principal característica foi estimular a troca de experiências e proporcionar novas parcerias comerciais entre os operadores brasileiros e estrangeiros”, disse a diretora.
 
Neste semestre, as três edições do Goal to Brasil contaram com a presença de 32 operadoras estrangeiras. Desse total, 10 estiveram em Bogotá e nove em Los Angeles. O evento em Amsterdam teve a presença de profissionais de 13 empresas que comercializam pacotes turísticos na Holanda.
 
Para definir quais segmentos e nichos turísticos que serão apresentados em cada um dos mercados, é necessário traçar um estudo do perfil desses países. “Intensificamos o apoio à comercialização dos produtos e destinos turísticos brasileiros por meio da diversidade natural e cultural, da relação com veículos de mídia e das relações com os profissionais de turismo nos mercados. Comercialmente falando, o resultado foi excelente. Percebemos que é realmente eficaz realizar eventos exclusivos do Brasil”, completou Holsbach. Para 2014, ano que o Brasil irá sediar a Copa do Mundo, estão programados mais seis eventos.

O Goal to Brasil
 
Antes de criar um novo modelo para o evento, a Embratur promoveu ao longo de dez meses (julho de 2012 a maio de 2013), 14 encontros, em diferentes países, para divulgar o Brasil como sede da Copa do Mundo Fifa 2014. O projeto formou 3.080 agentes de viagens e operadores de turismo ‘especialistas em Brasil’, e permitiu que 350 jornalistas conhecessem detalhes dos preparativos do país para os grandes eventos esportivos.
 
Cada uma das 12 cidades-sede foi anfitriã das edições que aconteceram no Chile, Argentina, Colômbia, Peru, Uruguai, México, Alemanha, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Portugal e Canadá.  Na Colômbia e nos Estados Unidos, o Brasil como um todo foi o anfitrião do evento.
 

Nenhum comentário: