Total de visualizações de página

domingo, 3 de novembro de 2013

512 anos da Baía de Todos-os-Santos Zona turística terá investimentos no Turismo Náutico e Cultural



Um dos mais belos cenários do Estado, a Baía de Todos-os-Santos, descoberta pelo navegador italiano Américo Vespúcio, completa 512 anos nesta sexta-feira, 1º de novembro. Com mar de águas calmas e cristalinas envolto por Mata Atlântica, em contraste com os vastos manguezais, restingas e recifes de corais, a região, que ganhou o nome de Todos-os-Santos por se tratar do dia reservado pelos católicos para celebrar todos os homens e mulheres considerados pela Igreja como bem-aventurados e dignos de santidade, está prestes a receber  investimentos da ordem de R$ 170 milhões.
As ações do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional) – Bahia na Baía de Todos-os-Santos, a maior do Brasil, serão capitaneadas pela Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur), com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A previsão é que o contrato de empréstimo seja assinado ainda este ano. O programa tem como objetivo principal o desenvolvimento dos segmentos náutico e cultural, na zona turística Baía de Todos-os-Santos. Estão previstos investimentos em infraestrutura turística, como a implantação e requalificação de píeres, atracadouros e estações de passageiros, criação de bases náuticas e estruturas para receptivo turístico, dentre outros. Ao todo, o programa vai beneficiar 18 municípios, incluindo Salvador, Itaparica, Vera Cruz, Salinas da Margarida, Cachoeira, São Francisco do Conde e Jaguaripe.

Conheça algumas opções de passeio pela Baía de Todos-os-Santos
As opções de lazer para turistas e baianos são os passeios de barco pela Baía de Todos-os-Santos. Ao todo, a baía conta com 56 ilhas. Dentre elas, só duas pertencem ao município de Salvador: Ilha dos Frades e Ilha de Maré. A maioria das empresas que realizam passeios inclui em seu roteiro, além delas, a Ilha de Itaparica (dividida entre os municípios de Itaparica e Vera Cruz). O embarque é feito pelo Terminal Marítimo e pela Bahia Marina. Algumas empresas contam com guias poliglotas (inglês, espanhol, italiano e alemão), serviço de bar, banheiros e sistema de som.
Com apenas seis quilômetros de extensão, a Ilha dos Frades fica no meio da Baía de Todos-os-Santos e guarda belezas naturais que encantam seus visitantes. A ilha é uma reserva ecológica, com bonitas praias cercadas de Mata Atlântica. A água do mar nessa localidade é cristalina, um estímulo ao mergulho. O vilarejo de Ponta de Nossa Senhora é o seu point e tem destaque principalmente pela presença de monumentos históricos e religiosos como a Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe.
Outra localidade muito visitada por quem participa desses passeios é a Ilha de Maré, com suas praias de águas limpas e tranquilas, rodeadas por mangues. A Mata Atlântica também é muito presente na ilha que mais parece um oásis, se comparada à agitação de Salvador. Nem carros nem ônibus circulam pela Ilha de Maré, o que faz da caminhada a melhor opção para quem quer conhecer bem os prazeres locais.
Sua população sobrevive principalmente da exploração da pesca e do artesanato. Por isso, para os visitantes, ir à Ilha de Maré e não comer uma boa moqueca de peixe, não comprar suas rendas de bilro ou não experimentar o doce de banana na palha é quase um pecado. Além das praias, seus principais pontos turísticos são as igrejas de Senhora Santana, do século XIX, e de Nossa Senhora das Neves, do século XVI. Leia mais sobre a Baía de Todos-os-Santos em www.bahia.com.br/destinos/baia-de-todos-os-santos.
Os amantes do turismo náutico também podem saber mais sobre o potencial da região acessando o Glossário Náutico da Baía de Todos-os-Santos, que reúne cerca de 500 verbetes, com termos próprios do linguajar dos navegantes e informações sobre os principais pontos turísticos da BTS, rotas náuticas, navios naufragados e muito mais. Acesse: www.setur.ba.gov.br/2012/11/01/glossario-nautico-da-baia-de-todos-os-santos.

Nenhum comentário: