Total de visualizações de página

domingo, 20 de outubro de 2013

Reunião eleitoral - Discurso - sr. Antonio Azevedo


ESTIMADOS COMPANHEIROS ABAVIANOS,
É com alegria que vos agradeço, em meu nome e da atual diretoria, o apoio e a confiança que nos dispensaram durante o período de gestão 2011 / 2013 e o novo voto de confiança na chapa “Pró-Agências”, ora eleita, no ano em que nossa representativa entidade completa 60 anos de profícua existência, na defesa dos interesses das agencias de viagens e das atividades turísticas do Brasil.
A escolha do nome da Chapa, “PróAgências”, não foi um acaso e tem o significado maior de apontar o rumo principal deste novo período de gestão, em que todos nós estaremos trabalhando para que a classe dos agentes de viagens, seja devidamente respeitada e valorizada, como elo fundamental, na cadeia produtiva do turismo.
Mas essa missão não pode ser apenas dos que compõem a Diretoria e os Conselhos da entidade. Tem que ter a participação de todas as associadas e afiliadas, através da união de nossa categoria e pela excelência no desempenho de nossas atividades.
Vou agora apresentar e comentar os principais vetores estratégicos de nossa gestão, pois temos que ter um rumo e uma rota, sendo essenciais  para que possamos lutar e caminhar olhando para a frente e para o Sol.
FORTALECIMENTO E INTEGRAÇÃO DO SISTEMA ABAV
O sistema ABAV só será cada vez mais forte e respeitado se todos contribuírem. Estejam certos de que vamos desenvolver ações nesse sentido.
Mas é essencial que todas as ABAV’s se esforcem para aumentar o número de agências de viagens associadas. Para isso, é necessário que as vantagens, os diferenciais e os benefícios proporcionados sejam visíveis.
Não podemos ser elitistas e deixar de fora as pequenas agências, que constituem a maioria esmagadora da nossa classe. Temos que ser inclusivos e colocar este assunto na ordem das prioridades de cada uma das ABAV’s Estaduais, que terão todo o apoio da ABAV Nacional. Uma questão a ser estudada é ter mensalidades diferenciadas para pequenas, médias e grandes agências.
Para isso vamos:
- Fortalecer a estrutura de serviços, de apoio administrativo e técnico na ABAV Nacional, voltada para atender e integrar as ABAV’s Estaduais;
- Manter as consultas gratuitas à Assessoria Jurídica da ABAV Nacional para atendimento às dúvidas das ABAV’s Estaduais;
- Ampliar e multiplicar as atividades de comunicação com as ABAV’s Estaduais;
- Divulgar as boas práticas de cada ABAV Estadual, como forma de valorização e possível adoção pelas demais;
- Estar atentos às demandas especificas dos diversos segmentos do turismo, de modo a que esses assuntos sejam debatidos e apoiados pelo Sistema ABAV.
COMUNICAÇÃO
- Em uma entidade como a ABAV, é essencial que exista um processo de Comunicação Integrada, pois todos os esforços e ações que fazemos no dia a dia têm que ser levados ao conhecimento dos diversos públicos:
- Ao Sistema ABAV na sua totalidade,
- Ao Trade Turístico
- Às Autoridades
- Á Imprensa
- Aos consumidores
- Á sociedade global
- Para tal, teremos um novo plano de Comunicação, que será bastante abrangente e dinâmico com uso das mídias tradicionais, mas com forte utilização das mídias eletrônicas e das Redes Sociais.
Destaco a Campanha de Valorização dos Agentes de Viagens – Agente Faz, Agente Cuida, que tanto sucesso faz, lançada em nosso evento maior. A sequência em 2014 está sendo planejada e detalhada por empresa especializada, para que possamos buscar parcerias de apoio e onde contamos com a participação de todo o Sistema ABAV.
- Também vamos aprimorar as ferramentas já existentes como  a  Newsletter, o Portal ABAV, o Facebook, o clipping diário e uso de nosso mailing para divulgação de produtos e destinos turísticos.
Para terem uma ideia o nosso Portal, só neste ano, teve mais de 8 milhões de acessos.
RESPEITO AOS CONSUMIDORES
Os clientes são a nossa razão de existir e temos que estar sintonizados com suas expectativas, em relação ao nosso trabalho. São eles que na verdade nos sustentam e não os fornecedores.
A nossa grande referência na sociedade deve ser uma aliança com os consumidores, que certamente nos dará maior respeitabilidade e força perante o mercado. Para isso temos que:
- Viabilizar pesquisas de mercado para entender melhor o consumidor  e  acompanhar as redes sociais
- Exigir dos fornecedores informações corretas para os consumidores e qualidade nos serviços;
- Criar ouvidorias do consumidor nas ABAV’s Estaduais para mediar conflitos
- Fazer Termos de ajuste com os PROCON’s Estaduais para que a as ABAV’s possam ser a 1ª instância de registro de reclamações
- Prestar Assistência e orientação jurídica aos nossos associados, no que diz respeito às relações de consumo.
RELAÇÕES  ÉTICAS
A ética é essencial em qualquer atividade, mas na nossa que depende de terceiros para entregar o que vendemos isso é ainda mais importante.
Para solucionar diversos problemas em relação a este assunto, estaremos atentos e atuantes.
Primeiro, através do diálogo com entidades e fornecedores. Porém, se necessário for, iremos também atuar pelas vias legais.
Respeito aos Consumidores e Relações Éticas andam de mãos dadas e caberá à nossa Comissão de Ética essa missão: de avaliar, estudar e propor as medidas necessárias. Aliás, ela terá muito trabalho em nossa gestão.
REGULAÇÃO DE NOSSAS ATIVIDADES
Continuaremos na luta pela regulamentação da atividade das agências de viagens, no Congresso Nacional, que espero seja viabilizada proximamente, sendo essencial o apoio efetivo de todos. Destaco, especialmente, a atuação do Deputado Sergipano Valadares Filho, Presidente da Comissão de Turismo da Câmara, que tem se empenhado muito para que o projeto seja levado a votação.
Mas também podemos e devemos avançar na auto-regulamentação de nossas atividades operacionais, que pode beneficiar todo o setor, evitando que medidas unilaterais nos sejam impostas, como é o caso das ADM’s e das exigências coercitivas da IATA / BSP.
CONGRESSO DA ABAV E EXPO INTERNACIONAL DE TURISMO
Vamos para a 42ª edição de nosso Congresso e Feira e temos que nos atualizar e valorizar, para continuar a ser o evento referencial onde todo o trade deve estar presente, realizando bons negócios.
Continuamos a ser o principal evento do turismo do Brasil, mas temos concorrentes e excesso de eventos, muitos dos quais não apresentam resultados e que não se justificam.
Precisamos ter cada vez mais participação dos agentes de viagens e, para tanto, vamos ampliar a formação de caravanas para participar do nosso evento maior, mas que requerem o  empenho de cada uma das ABAV’s. Cito, como exemplo de mérito, as 2 caravanas que na Feira deste ano trouxeram maior numero percentual de agentes de viagens: Amapá e Roraima. Parabéns.
Em ampla pesquisa realizada durante a ABAV-2013, obtivemos resultados muito positivos e que serão divulgados brevemente.
Todavia,  esta é uma atividade, que por sua importância, merece uma atenção especial permanente e estamos estudando adequações e alternativas para que o Evento ABAV seja um sucesso cada vez maior.
Principais estratégias e diretrizes para 2014
- Nova marca: ABAV – Expo Internacional de Turismo reposiciona a feira no mercado internacional, é mais diretiva ao que se propõe; mais moderna e possui um design minimalista. Nada mais adequado em um mundo onde menos é mais e ser objetivo geram valor e diferencial.
- Segmentação de atuação: Busca de penetração em mercados como Ásia e América do Norte, com ampliação no mercado Europeu.
- Criação de Awareness (Contágio de Marcas): Introdução de marcas de referência em setores segmentados para envolvimento de expositores e o fomento da exposição espontânea na mídia de massa;
- Fórum de Debates: Vila do Saber como o maior palco de debates e capacitação do setor, abordando temas que geram o desenvolvimento e a formação dos profissionais de turismo.
- Ativação do Consumo: Ser uma alavanca de vendas e promoção do setor. Aliar a marca de feira à promoção do turismo junto ao consumidor final, estimulando consumo por promoções diferenciadas e pontuais, comercializadas pelos agentes de viagens presentes no evento.
- Visibilidade Internacional: ativação segmentada de mídia do setor em países onde a marca da feira ainda não está sedimentada.
- Sinergia: união com entidades afim com o setor, fortalecendo o segmento e ampliando a representação da feira em sua força de desenvolvimento, promoção e vendas do segmento.

CAPACITAÇÃO
O ICCABAV tem um papel fundamental; pois é na educação e capacitação de gestores e colaboradores que podemos realmente fazer a diferença, tanto na gestão empresarial como no atendimento aos nossos clientes. É o conhecimento que faz a diferença.
- Vamos manter os cursos tradicionais do ICCABAV, mas também vamos continuar a inovar e renovar a sua grade de modo a atender as expectativas do público alvo.
- E vamos estudar e viabilizar um programa de certificação de especialistas em produtos e destinos, em parceria com entidades públicas e privadas, para que possamos valorizar e diferenciar a qualidade dos verdadeiros profissionais.

RELAÇÕES COM O GOVERNO E POLÍTICAS DO TURISMO
Estamos conscientes dos avanços que tivemos em passado recente, em relação ao entendimento da importância do turismo, como atividade econômica e para o desenvolvimento social.
Todavia, não podemos regredir e não podemos compactuar com políticas e ações que estão longe de corresponder aos nossos anseios e prejudicam nossas atividades. Os governos têm que entender que as entidades privadas não podem ser meras espectadoras. Temos que ser ouvidos e consultados, pois é assim que se podem obter os resultados mais positivos, na prática verdadeira das parcerias público e privadas.
Estaremos juntos para colaborar e propor, ouvindo e nos fazendo ouvir.

PARCERIAS E ALIANÇAS
Para obtermos sucesso em nossas atividades, neste mundo globalizado, cada vez mais precisamos estabelecer alianças estratégicas capazes de contribuir com a valorização das agências de viagens e com o crescimento profissional dos agentes de viagens. Afinal, a união realmente  faz a força e nos preocupam, as ações desconexas e sem sentido que volta e meia ocorrem.
Os agentes de viagens, reconhecidamente, tem um papel fundamental na cadeia produtiva do turismo, mesmo com os avanços da tecnologia, que deve ser compreendida como aliada.
Estaremos sempre de portas abertas para dialogar com todos os segmentos, pelo bem comum e pelo aperfeiçoamento das atividades. Mas esse diálogo tem que ser respeitoso e ético com os agentes de viagens. Não hesitaremos em enfrentar quem quiser impor regras ou condutas, com as quais não pactuarmos.
Essas são as nossas principais propostas, que serão enriquecidas também com as sugestões de cada um de vós, membros do Conselho Nacional, e pelo Conselho de Presidentes.
Encerro este pronunciamento com uma frase, que nos serve de guia e que utilizei no inicio de meu pronunciamento quando da eleição passada, de autoria da grande poetisa paranaense, Helena Kolody;
“Ë SEMPRE AMANHECER PARA AQUELES QUE CAMINHAM AO ENCONTRO DO SOL”.
Muito obrigado e vamos à luta, valorosos agentes de viagens!

Nenhum comentário: