Total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Experiência de Paris no Turismo Criativo é tema de painel na 1ª Conferência Brasileira de Turismo Criativo


O segundo dia da Conferência Brasileira de Turismo Criativo foi aberto com o painel Experiência: Paris Criativa, apresentado por Sylvie Canal. Criadora do portal creativeparis.info, Sylvie mostrou como foi implantado o programa de Turismo Criativo na capital francesa.  A palestra foi mediada pelo economista e diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Sul (ABIH/RS) Abdon Barretto Filho.
Destino mais procurado no mundo, Paris buscava desenvolver uma nova maneira de promover a cidade e de os visitantes a vivenciam, assim surgiu o portal creativeparis.info. “Procurávamos uma forma de fazer um turismo mais participativo, não só de contemplação”, disse Sylvie. A francesa lembrou que no início não havia uma metodologia específica para a construção do portal. “Não tínhamos método estrutura como o de Porto Alegre, que vimos ontem na apresentação do secretário Luiz Fernando Moraes. Começamos a partir das experiências que tínhamos e com base do que acontecia em Barcelona. Foi realizado um longo trabalho de classificação e a avaliação das oficinas, e hoje contamos com oito categorias”, contou.
De acordo com Sylvie, a principal diretriz do processo foi descobrir como atrair o visitante para conhecer a cidade de outra maneira. “O Turismo Criativo é extremamente enriquecedor. O turista torna-se mais artista e compartilha com os locais, o que dá outra dimensão a viagem e o instiga a retornar”, disse. A francesa citou a culinária local como exemplo de atividade criativa bem sucedida em Paris. “Todo mundo tem o sonho de ir a Paris e aprender com chef francês como fazer croissant para o café da manhã ou baguette. E a oficina proporciona essa experiência e dá outro sabor ao croissant, ao baguette”, comentou.
Para Sylvie, os setores de turismo e cultura devem trabalhar juntos. “O futuro de ambos está entrelaçado, pois se completam e juntos têm um potencial enorme”, disse.  A francesa destacou, também, características em comum entre as capitais francesa e gaúcha: O que caracteriza Porto Alegre e Paris como destino de Turismo Criativo é toda a cultura, todo esse patrimônio, e a paixão criativa para fazer o visitante ver a cidade de outra maneira.

Nenhum comentário: