Total de visualizações de página

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

É tempo de mobilidade da informação...


O setor de viagens e turismo vivencia um cenário marcado por rápidas transformações. Com os avanços tecnológicos, notadamente aplicados aos processos de distribuição de produtos e serviços turísticos, as agências de viagens enfrentam um gigantesco desafio: buscar constantemente sua máxima qualificação profissional.
Em meio às facilidades de acesso a informações, disponíveis na Internet e que estão ao alcance de alguns poucos cliques, cada vez mais consumidores e fornecedores interagem em ambiente online. Portanto, a tendência de investir na distribuição do tipo “multiplataforma” impera sob a ótica das empresas aéreas, hoteleiras, cruzeiros marítimos, locação de veículos; enfim, de todos os segmentos turísticos que possuem algum bem para ser vendido às pessoas - físicas e jurídicas  e as agencias de viagens tem que estar atentas e atualizadas, sendo indispensável investir em tecnologia.
De maneira presencial ou virtual, ninguém quer perder vendas para a concorrência, o que inclui as próprias agências de viagens que, do mesmo modo, estão mais conectadas a partir da oferta de atendimento em tempo real. Estas empresas atuam com criatividade nas redes sociais e estão constantemente presentes em eventos, fazendo uso de inúmeros outros meios compatíveis que as coloquem mais próximas do perfil de seus clientes.
Além disso, o mais importante: vantagens competitivas são maiores para as agências de viagens que investem em treinamentos e capacitações, ou a exemplo,  nos cursos ministrados pelo Instituto de Capacitação e Certificação da ABAV (ICCABAV) todos os anos e também participam ativamente das oficinas de capacitação, palestras e dos encontros profissionais realizados na Vila do Saber, durante a ABAV - Feira de Turismo das Américas.
Não podem mais existir dúvidas a esse respeito, muito menos faz sentido desperdiçarmos energia, tempo ou conversa para protestar contra fatos consumados. A mobilidade da informação e da tecnologia chegou para ficar e aproximar vendedor e comprador, não necessariamente nesta mesma ordem, mas cada vez mais o canal de venda on-line também terá que ser disponibilizado, paralelamente ao atendimento presencial.
Antonio Azevedo
Presidente da ABAV Nacional

Nenhum comentário: