Total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Turismo adianta resultados de pesquisa sobre a Jornada Mundial da Juventude



Cerca de 65% dos turistas estrangeiros que visitaram o evento estão no país pela primeira vez e 93% pretendem voltar ao Brasil



 O ministro do Turismo, Gastão Vieira, divulgou resultados preliminares de uma pesquisa que traça o perfil do turista da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Em visita à ExpoCatólica, a primeira feira a divulgar os roteiros do turismo religioso no Brasil, o ministro revelou que 65% dos turistas estrangeiros que estão na JMJ visitam o país pela primeira vez e 93% dizem ter interesse em voltar ao Brasil.

A pesquisa vai identificar a origem, o tempo de permanência, o meio de hospedagem e o gasto médio diário dos turistas, além de mapear como os peregrinos, visitantes e voluntários da JMJ avaliam condições de infraestrutura, como transporte, limpeza pública e opções de lazer. Serão feitas mais de quatro mil entrevistas até domingo, dia 28, e os resultados finais serão divulgados nas próximas semanas.

“Os dados preliminares revelam que o turismo religioso tem um grande potencial de crescimento”, disse o ministro do Turismo Gastão Vieira. Segundo ele, o país tem capacidade para fidelizar seus visitantes e aumentar ainda mais a chegada de turistas para eventos desse porte”, afirma. Mais de 1,7 milhão de viagens pelo país foram motivadas pela religião no ano passado.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, foi recebido na ExpoCatólica pelo presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno, e pelo bispo Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da CNBB. Ambos homenagearam o ministro com uma imagem de São Francisco e lembranças da Cidade da Fé.

O presidente da CNBB, Dom Raymundo, disse que a ExpoCatólica é um marco importante para a Jornada Mundial da Juventude e uma maneira de atrair visitantes para os destinos religiosos. “A CNBB agradece a todos que participaram da organização da feira e trabalharam para o fortalecimento do turismo religioso, em especial ao ministro do Turismo”, disse Dom Raymundo.

Gastão Vieira, por sua vez, disse que o Ministério do Turismo está aberto para o turismo religioso. “A ExpoCatólica representa o interesse do Mtur em apostar nesse segmento, que gera cada vez mais divisas para o país”, reafirmou.

O secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, também presente na feira, reconheceu a necessidade de se investir nesse segmento. “Quando pesquisamos o turismo religioso vemos o quanto ainda precisamos avançar e desenvolver nesse setor”. O presidente da ExpoCatólica, Fabio Castro, também agradeceu o apoio dado pelo ministério do Turismo. O secretário Nacional de Políticas do Turismo, Vinícius Lummertz também marcou presença no evento, que recebeu investimento de R$ 1,4 milhão do Ministério do Turismo.

Desde quando foi aberta a ExpoCatólica, dia 20, pelo menos 200 mil pessoas de mais de 170 países passaram pela ExpoCatólica, de acordo com a organização da feira. Na tarde desta quinta-feira, 25, o ministro Gastão Vieira transitou pela feira e visitou os estandes de todos os estados. No estande do Pará, recebeu uma medalha com a imagem peregrina.


Assessoria de Comunicação- Ministério do Turismo

Nenhum comentário: