Total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de julho de 2013

SPTuris participa do debate "São Paulo para Turistas", promovido pela Fecomercio


Objetivo do encontro foi debater propostas para o Plano Diretor Estratégico da Cidade de São Paulo

José Cordeiro/ SPTuris.
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Presidente da SPTuris, Marcelo Rehder, fala em evento promovido pela Fecomercio.


Aconteceu na tarde desta terça-feira (23) o evento "São Paulo para Turistas", promovido pelo Conselho de Desenvolvimento Local e o Conselho de Turismo da Fecomercio-SP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

Com o objetivo de discutir questões para revisão do Plano Diretor Estratégico da cidade de São Paulo sob a ótica do turismo, o encontro levantou diversos pontos que podem fortalecer o setor na capital paulista. O presidente do Conselho de Turismo da Fecomercio-SP, Marcelo Calado, comentou que o grupo tem discutido vários temas ligados à Copa do Mundo de 2014, sempre estabelecendo relação com segurança, mobilidade, comunicação e outras áreas.

O presidente da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos), Marcelo Rehder, lembrou que o plano anterior teve vários itens atendidos, entre eles o de tornar a cidade o principal destino turístico do país e aumentar a permanência dos turistas, o que foi atingido por meio de vários programas, entre eles "Fique Mais Um Dia".

Além disso, destacou novos projetos da empresa que serão lançados em breve. "Teremos novas Centrais de Informação Turística, as CITs, uma delas fixa no Aeroporto de Congonhas, que era uma demanda antiga, e as outras móveis para grandes eventos. Em capacitações voltadas para a Copa, o Pronatec Empresa teve grande adesão e inscrição dos hotéis. E a cidade também vai ter a Sinalização Turística para Pedestres, entre outros projetos", afirmou Rehder.

Pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP) e membro do Conselho de Turismo, Mariana Aldrigui apresentou um resumo sobre a tese de doutorado que realizou durante seis anos de dedicação. "Um dos aspectos que aponto no trabalho é que o turismo em São Paulo é uma atividade que assessora várias outras". Na apresentação, a professora destacou ainda que o "grande atrativo turístico de um centro urbano é a própria vida do morador. Isso motiva os visitantes a aproveitar o status urbano e a vibração da cidade".

O debate também contou com a presença de Orlando de Souza, diretor de marketing da Tur.SP (Companhia Paulista de Eventos e Turismo), Toni Sando, presidente-executivo da SPC&VB (São Paulo Convention & Visitors Bureau), Bruno Omori, presidente da ABIH-SP (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo), entre outros representantes da área de turismo e hotelaria.

Após as falas de cada um da mesa, os participantes do evento foram convidados para realizar uma dinâmica de discussão em grupos pequenos de quatro a seis pessoas. Um dos principais pontos levantados foi a preocupação de criar uma identidade para os moradores de São Paulo terem o sentimento de pertencimento à cidade onde moram, para que possam divulgar e falar da capital paulista para quem é de fora. "Esse também é um ponto no qual estamos de olho. Há alguns anos a Prefeitura e a SPTuris realizaram uma campanha direcionada ao morador, chamada ‘Cidade igual a essa não existe’, que procurou mostrar ao paulistano a riqueza e o valor da nossa cidade e estimular uma nova atitude. Já estamos pensando em novos projetos com esse mesmo objetivo", explica o presidente da SPTuris.

Nenhum comentário: