Total de visualizações de página

segunda-feira, 22 de julho de 2013

RN tem pior desempenho entre aeroportos do Nordeste, aponta Infraero


 
O Aeroporto Internacional Augusto Severo teve o pior desempenho de todos os aeroportos das capitais do Nordeste com relação ao crescimento da quantidade total de passageiros no primeiro semestre de 2013 em relação ao primeiro semestre de 2011.
 
É o que aponta a estatística divulgada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Neste período, a quantidade de passageiros diminuiu 7,8%, enquanto a média das demais capitais do Nordeste cresceu +2,2%.
 
O número de passageiros domésticos diminuiu 7,7% e de internacionais 10,5%. Ou seja, o Aeroporto potiguar sofreu redução nos dois segmentos.
 
Em números, esse percentual representa uma redução de 103.405 passageiros no primeiro semestre de 2013 em relação ao primeiro semestre de 2011 sendo 97.504 domésticos e 5.811 internacionais.
 
Dos aeroportos das capitais do Nordeste, apenas Natal (-7,8%), Salvador (-2,3%) e Teresina (-0,2%) tiveram perdas de passageiros no primeiro semestre de 2013 em relação ao primeiro semestre de 2011.
 
Outro dado preocupante é que os principais destinos turísticos que concorrem com Natal – à exceção de Salvador – apresentaram crescimento do número de passageiros no primeiro semestre de 2013 em relação ao primeiro semestre de 2011: Maceió (+22,5%), João Pessoa (+9,7%), Fortaleza (+3,1%) e Recife (+2,7%)
 
Além disso, a quantidade de passageiros de janeiro a junho de 2013 no Augusto Severo foi menor que o mesmo período do ano anterior por dois anos consecutivos demonstrando uma clara tendência de queda e indicando uma crise estrutural no turismo.
 
Em 2011, o volume de passageiros foi de 1.320.588. Ano passado caiu para 1.291.430 e, em 2013, caiu novamente atingindo 1.217.183.
 
Ainda dentro do levantamento feito pela Infraero, é possível constatar que Aeroporto Augusto Severo apresentou queda no volume total de passageiros em todos os meses do primeiro semestre de 2013 em relação a 2012 e também em relação a 2011. O que mostra uma queda mês a mês durante dois anos consecutivos numa clara tendência de perda de passageiros.

Release da Assessoria de Imprensa da ABIH-RN

    Nenhum comentário: