Total de visualizações de página

sábado, 6 de julho de 2013

JORNALISTAS DO MUNDO DE OLHO NO BRASIL

AOS OLHOS DE 10 MIL JORNALISTAS
 
Copa das Confederações e Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 devem, juntas, atrair quase 10 mil profissionais de mídia de todo o mundo para o Brasil. O resultado, certamente, é aumento da projeção de imagem do país
 
“Os megaeventos são um momento de megaexposição do país no mundo”, lembra sempre o presidente da Embratur, Flávio Dino. “E os olhos e vozes que garantem essa projeção de imagem no exterior são justamente os profissionais de imprensa”. Nada melhor para demonstrar o volume dessa megaexposição, portanto, saber que quase 10 mil profissionais de mídia, incluindo profissionais de TV, rádio, imprensa escrita, internet e fotógrafos, de todo o mundo, deverão visitar o Brasil somente entre os meses de junho e julho deste ano.
 
O volume deve-se aos dois megaeventos realizados no país neste período: a Copa das Confederações, já concluída, e a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 (JMJ). “Além de atrair turistas estrangeiros, os eventos são uma grande oportunidade de exposição da imagem dos destinos turísticos para todos os continentes”, comenta Dino. “E esse trabalho é feito justamente por esses jornalistas: antes, durante e depois dos eventos”.
 
Só durante o mês da Copa das Confederações, 3,8 mil profissionais da imprensa visitaram as seis cidades-sede da competição. O público dos estádios, um total de 804.659, foi responsável pela animação das partidas, que registrou recorde de audiência. Em uma das partidas, entre Brasil x Itália, cerca de 50,4 milhões de espectadores nos 10 principais mercados ficaram em frente à televisão para assistir ao confronto.
 
Batendo um recorde, a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 alcançou 5,5 mil inscrições de jornalistas de todo o mundo e superou a marca de Madri. A capital da Espanha teve cerca de 5 mil profissionais de imprensa na JMJ de 2011. “Tanto a Copa das Confederações, como a JMJ, um evento esportivo e outro religioso, atraem jornalistas que produzem conteúdo que vão além dos assuntos específicos. Sendo assim, os produtos turísticos dos nossos destinos figuram-se como grande atrativo para reportagens exibidas em todo o mundo”, detalhou Dino
 

Nenhum comentário: