Total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Carlos Eduardo apresenta projetos para Natal no RN Em Foco, da Fecomércio



“Natal está recomeçando e está indo no caminho certo”. Foi com este tom de otimismo que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, apresentou o balanço das ações dos seus primeiros 200 dias de governo, durante mais uma edição do “RN Em Foco”, da Fecomércio RN, nesta sexta-feira, 12.07, no Versailles Tirol.

Durante a campanha para eleição do novo prefeito em 2012, a Fecomércio promoveu edições especiais do “RN Em Foco” com os então candidatos. Carlos Eduardo foi um deles e, na época,  comprometeu-se a voltar, caso eleito, e reencontrar os empresários para prestar contas de suas primeiras ações como prefeito. O compromisso foi lembrado pelo presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz: “Na época, o senhor nos conclamava a somar esforços, e assumiu o compromisso de voltar a este fórum quando estivessem para se completar os primeiros duzentos dias de sua gestão, prazo imposto por si mesmo”.

Queiroz agradeceu o cumprimento do compromisso de Carlos Eduardo. “Gostaria de parabenizá-lo por ter voltado a nos encontrar e ter cumprido com a promessa. Também reitero aqui que o setor produtivo de Natal sempre estará disposto a dar sua parcela de contribuição para o crescimento de nossa cidade”.

Em sua apresentação, o prefeito lembrou que, quando assumiu, estabeleceu algumas metas iniciais. Na área dos serviços básicos, nos comprometemos a reestabelecê-los na cidade por exemplo fazendo recuperação da malha viária, reorganizando a coleta de lixo e iniciando o ano letivo no dia 27 de fevereiro. “Em 2012, as aulas terminaram dois meses antes do previsto. Nossos alunos ficaram com aprendizagem defasada e os professores e servidores estavam com salários atrasados. A dívida só na educação era de 15 milhões. Nós renegociamos e investimos 6 milhões. Cumprimos nosso objetivo e ano letivo começou no prazo estimado”, elucida Carlos Eduardo.

O prefeito também explica os investimentos na saúde: “Quando assumimos haviam 56 unidades de saúde fechadas. Em 200 dias de governo, nós contratamos 67 médicos, reestabelecemos o Programa Saúde da Família, pagamos os salários atrasados e reabrimos todas as unidades de atendimento do setor”.
Em infraestrutura, Carlos Eduardo informou que reordenou as obras da Praia de Ponta Negra e que já estão 40% concluídas. Ainda segundo ele, a previsão é que em outubro tudo seja finalizado. Sobre a reforma do viaduto do Baldo, Alves disse que a reforma será concluída em novembro.

Com relação às obras de mobilidade urbana previstas com recursos de investimento para a Copa do Mundo de Futebol de 2014, o prefeito informou que foram destinados R$ 128 milhões para a drenagem dos bairros da zona oeste, como Nazaré e Cidade da Esperança; Avenidas como Salgado Filho, Hermes da Fonseca e Prudente de Morais terão as calçadas padronizadas e acessíveis a pessoas com necessidades especiais e serão construídas novas 300 paradas de ônibus; Serão destinados R$ 208 milhões para a construção de viadutos na Prudente de Morais e Romualdo Galvão. “Não tivemos no passado uma oportunidade como essa e não sabemos se teremos outra no futuro. Precisamos aproveitar essa oportunidade. Apesar disso, ainda estamos investindo pouco comparado a Recife e Fortaleza”, afirma Carlos Eduardo.

Sobre a reforma administrativa o prefeito explicou que essa foi umas metas da sua campanha que está atrasada. “Recebemos a prefeitura com o orçamento de cerca de R$ 2 bilhões. A nossa dívida é algo em torno de R$ 500 milhões. A consultoria para a reforma administrativa custa R$ 1 bilhão. Então a conta não fecha, ainda não deu para gastar tanto em uma coisa só”. Mas Carlos Eduardo mostrou a solução: “Mas, como o objetivo da reforma administrativa é reduzir os custos, nós aderimos ao programa Brasil Competitivo e conseguimos a doação do BNDES de R$ 1 milhão. Com essa verba, pretendemos investir na reorganização da casa, reduzir os custos e reestabelecer a capacidade de investimento da prefeitura”.

Na outra gestão como prefeito, Alves iniciou obras que, segundo ele, foram abandonadas. Agora, ele retomou de onde haviam parado. É o caso da pavimentação, drenagem e saneamento dos bairros de Capim Macio e Nossa Senhora da Apresentação; e da reestruturação das comunidades da África, Passo da Pátria e Vila de Ponta Negra.

Carlos Eduardo também falou sobre os futuros projetos para Natal: “Estamos tentando viabilizar a marina, pois não podemos admitir nossa cidade, com uma vasta extensão marítima não receber grandes cruzeiros. A marina é um benefício para a economia”. Além disso, ele ressaltou obras como a urbanização do Planalto, com a construção de UPA, escola e creche; Drenagem e pavimentação do Brasil Novo, Lagoa Azul, Novo Horizonte; Construção de quatro mil novas unidades habitacionais; Serão investidos R$ 15 milhões na nova orla de Natal, de Ponta Negra à Praia do Forte, com novos quiosques, paisagismo, banheiros, ciclovias e áreas de exercícios físicos.

“Nós somos militantes do otimismo, olhamos para a vida de forma positiva, amos lutar pela nossa cidade”, comemora o prefeito.
Após a apresentação do prefeito, houve um momento para perguntas do público, onde Marcelo Queiroz questionou sobre incentivos ao turismo, ao qual Carlos Eduardo respondeu: “Vamos arrumar a cidade para atrair os turistas, pois ninguém vem para uma cidade suja. Estamos com problemas financeiros, mas, após nos reestruturarmos financeiramente, vamos chamar o segmento para discutirmos incentivos para o setor”.

Outras perguntas sobre turismo, a obra de mobilidade de Ponta Negra e a reestruturação do comércio no Alecrim também foram mencionadas pelo público presente.

Nenhum comentário: