Total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de julho de 2013

BNDES apoia com R$ 3,3 milhões projeto executivo para revitalizar área de visitação do Cristo Redentor




·        Estudo deve apresentar soluções de arquitetura e engenharia para melhorar infraestrutura de recepção, segurança e conforto do Corcovado

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a concessão de apoio financeiro não reembolsável de R$ 3,3 milhões à Associação dos Amigos do Parque Nacional da Tijuca para a elaboração de projeto executivo de revitalização da infraestrutura de recepção turística do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. 
A operação, que acontece no âmbito do Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult), utiliza recursos do Fundo Cultural do Banco e faz parte de um conjunto de intervenções previstas no Plano de Manejo do Parque Nacional da Tijuca, que contempla o penhasco do Corcovado (RJ), onde foi erguida a estátua do Cristo Redentor, em 1931. 
Os estudos visam a apresentar soluções de arquitetura e engenharia para as carências na infraestrutura de recepção do Corcovado, oferecendo condições de visitação mais seguras, confortáveis e voltadas para a preservação ambiental. 
Para isso deverão ser orçadas obras de revitalização nos quatro pavimentos de acesso ao Cristo Redentor, que beneficiem todas as áreas de circulação: passarelas, corredores, mirantes, guarda-corpos, pergolados, jardins, torres de elevadores, escadarias, lojas, cafeterias e banheiros, numa área total de 3.775,20 m2.
Atualmente não há um controle do fluxo de pessoas no espaço, cuja capacidade de acolhimento simultâneo é estimada em 1.200 visitantes. Com a requalificação, será possível organizar o fluxo de visitantes no alto do Corcovado, o que se torna cada vez mais urgente frente ao crescente tráfego no local e ao impacto adicional esperado a partir de eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. 
Além das mudanças na estrutura de recepção dos visitantes do Cristo Redentor, o projeto deverá contemplar importantes intervenções para a reformulação dos sistemas de esgoto, de escoamento de chuvas e da estrutura de tratamento de resíduos sólidos, sinalização e iluminação, demarcação de rotas de escape. 
O projeto executivo também prevê a construção de banheiros mais bem equipados, varandas e mirantes para a contemplação de paisagens, coberturas verdes e vidraças, vestiários e refeitórios para os funcionários, além de um posto de serviços médicos de emergência, hoje inexistente no local.
Em paralelo ao projeto de requalificação da estrutura do Corcovado, objeto do presente apoio do BNDES, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) vem investindo na modernização do acesso ferroviário, na reformulação do sistema de acesso rodoviário e em uma reocupação do sítio do Hotel Paineiras, que passará a ofertar serviços de estacionamento, comércio, alimentação, lazer e entretenimento aos visitantes do monumento e demais usuários.

Assessoria de Imprensa - BNDES

Nenhum comentário: